Como não deixar que a sua carreira freelancer domine toda a sua vida

Todo profissional freelancer, em maior ou menor grau, dependendo das suas escolhas, é um pequeno empreendedor. E, como tal, possui responsabilidades que vão além de apenas cumprir as demandas do dia.


É preciso estar constantemente pensando nos próximos passos da carreira, já que o seu crescimento depende exclusivamente de você; nos clientes atendidos atualmente e se é possível pegar novos ou não; nos projetos pessoais que você tem vontade de tirar do papel; na busca por colaboradores que possam contribuir com as suas entregas; nas burocracias que envolvem ter um MEI (clique aqui para ler mais sobre esse assunto); e por aí vai.


Por isso que não é raro que você gaste horas e mais horas do seu dia pensando no seu trabalho, seja na execução, seja em todo esse planejamento que citamos.


Contudo, esse excesso de dedicação à sua carreira como freelancer pode acabar dominando toda a sua vida, inclusive momentos de descanso e que você poderia estar curtindo a companhia das pessoas que você ama.


As consequências você provavelmente já sabe, ou imagina: exaustão mental, estresse elevado, dores físicas diversas e um possível burnout, caso a situação piore muito. Ah, e não raro pode acontecer de você se desencantar totalmente do modelo freelancer, associando-o apenas a coisas negativas.


E como eu posso evitar que tudo isso aconteça?


Para que você não seja completamente engolido pelas demandas de ser um profissional autônomo e sofra com os impactos negativos, é importante pensar que o equilíbrio é sempre a principal chave. E também vale seguir algumas dicas, olha só:


1. Tenha um horário de trabalho definido


Se quem é CLT trabalha oito horas por dia, você também precisa ter um horário que não extrapole muito mais do que esse tempo. Ainda que você opte por períodos diferentes, como começando bem cedo ou indo até mais tarde, precisa existir um momento que você desligue o computador e só vai pensar nas suas demandas no dia seguinte.


2. Escolha um período da sua semana que será dedicado aos planejamentos


Como pensar no futuro da sua mini empresa e organizar o fluxo de trabalho interno leva um certo tempo e a necessidade de fazer um verdadeiro brainstorm consigo mesmo(a), separe um momento do seu dia a dia para isso. Nada de cuidar dessa parte no meio do seu descanso, como nos finais de semana e à noite.


Aliás, permitir que a sua cabeça relaxe é essencial para que você consiga fazer planejamentos mais assertivos, já que você consegue pensar com mais clareza no que deseja conquistar e como pode melhorar a sua produtividade. Faz sentido?


3. Não responda mensagens de trabalho depois do seu horário


Ainda que seus clientes ou parceiros enviem alguma demanda, procure arquivar as conversas no seu WhatsApp e respondê-las apenas no dia seguinte. A não ser que seja algo muito urgente, entenda que nenhuma catástrofe vai acontecer se você deixar para cuidar disso depois. Respeite os seus limites, e mais: ensine as pessoas a sua volta a respeitarem-os também.


4. Procure o máximo possível viver no PRESENTE


Nós, freelas, temos muitas vezes a mania de ficar fazendo projeções para o futuro que podem ou não acontecer. "Nossa, e se eu perder o meu cliente que me paga melhor?", "Puts, e se aquele trabalho não fechar?", "Se eu não atingir minha meta financeira neste mês, estou ferrada", e por aí vai.


O problema é que existem milhões de cenários possíveis para quem trabalha com incertezas, e quer saber? Muito dificilmente os piores deles vão, de fato, acontecer.


Assim, por mais desafiador que possa ser, busque viver o máximo possível no aqui, agora. Claro que os planejamentos são essenciais, mas contando que eles sejam produtivos, e não que levem você a gastar seus momentos de lazer ruminando tudo de ruim que pode atingir a sua carreira.


5. Respeite o seu tempo e o seu ritmo de trabalho


Uma das grandes vantagens de ser um profissional freelancer é ter o luxo de descansar um dia no meio da semana porque você não está se sentindo tão bem ou produtivo. Então, por que não aproveitar e tirar um day off quando você precisa?


É muito melhor voltar ao trabalho com a mente pensando de forma mais clara do que ficar lutando contra o cansaço e demorar o dobro de tempo para finalizar demandas simples. Não é verdade?


E nada de se sentir culpado(a) por isso: somos humanos, e não máquinas de produção.


Para finalizar, deixamos uma mensagem importante:


"Ser freela é algo que vai sempre fazer muito parte de quem você é. Mas não pode ser TUDO o que você é. "

Porque nós somos muito mais do que a nossa ocupação profissional.


Em tempo: clique aqui e escute um episódio do podcast Universo Freela em que conversamos bastante sobre esse assunto para enriquecer a nossa discussão.


 

Sobre o Universo Freela


O Universo Freela foi criado por Ana Luísa de Oliveira e Bruna Cosenza. Por aqui , você encontra conteúdos nos mais diversos formatos com o objetivo de orientar, informar e inspirar todos os que desejam trabalhar como profissionais autônomos. Queremos ajudar você a realizar o seu sonho de ter uma carreira freelancer sustentável, com muito mais empoderamento e liberdade.


Acompanhe as novidades em nosso Instagram, @universo.freela, e cadastre-se na nossa newsletter para receber conteúdos exclusivos.

26 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo